Um cabra da peste em Barcelona

Estive em Barcelona para fazer um estágio internacional do Doutorado, como pesquisador convidado na Universitat Autònoma de Barcelona. Aqui vou fazer relatos desta experiência, tanto acadêmica como extra-acadêmica para que meus amigos possam acompanhar o trajeto que realizei durante estes quase cinco meses. (Veja também www.fotolog.net/juciano)

sábado, outubro 29, 2005

Um sábado em Barcelona


Hoje, sábado, resolvi sair com meu colega Fabrício para explorarmos a cidade à pé. Fomos de metrô até a estação Sagrada Família, onde fica a obra mais comentada de Gaudí, a igreja em estilo gótico-medievo. É de espantar por sua beleza, detalhes e as viagens do artista em formas de tirar o fôlego. Daí, com mapa na mão (os mapas daqui sempre são muito precisos) exploramos as ruas. Saímos pela Carre Mallorca (carre é rua em catalão, calle em espanhol)até atingirmos a Avenida Diagonal (avinguda em catalão). Lá, pudemos contemplar a Casa Les Punxes, um edifício com painéis de vidro, base de colunas medievais e torres rosadas. Muito lindo! tirei umas fotos. Depois, chegamos em La Pedreira, já na Paseig de Gracía, acho que esta seria meio que a Av. Paulista de Barcelona, tem amplo espaço para pedestre e edifícios charmosos, com linhas modernas, mas um desenho clássico. E também obras do Gaudí e outros modernos.

Cruzamos toda a Paseig de Gracía, lá vi lojas das grandes grifes internacionais, grandes bancos etc. Cruzando a Plaza Catalunya, o eixo central de Barcelona, chegamos a La Rambla, o famoso calçadão onde se encontra toda a pluralidade barcelonensas artistas, vendedores de animais exóticos, cafés e sangrias, teatros, museus... E gente, muita gente na rua, com os figurinos mais loucos e também aqueles normais. Sempre nos avisam para não dar mole na Rambla, pois corremos o risco de furto. Mas foi tudo tranqüilo. O dia estava entardecendo, já estávamos com os pés detonados, mas o que importa! Estamos em Barcelona e é necessário essa entrada na vida e nos costumes locais, para compreendermos melhor a realidade em que estamos começando nossas pesquisa. Um beijo para quem é de beijo e um abraço para quem é de abraço!

1 Comments:

Anonymous Anônimo said...

Que massa, Juci! Eu adorei as Ramblas! Andava pra cima e pra baixo, várias vezes. Efervescente! E a Sagrada Família também é dez! Enoooorme. Mireia, a amiga de Renatinho que passou a ser minha amiga também, me disse que a geração dela (ou nossa, no caso) ainda não verá essa igreja pronta... Pense!
Boa sorte em tudo pra você! Um xêro!

1:32 PM  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home