Um cabra da peste em Barcelona

Estive em Barcelona para fazer um estágio internacional do Doutorado, como pesquisador convidado na Universitat Autònoma de Barcelona. Aqui vou fazer relatos desta experiência, tanto acadêmica como extra-acadêmica para que meus amigos possam acompanhar o trajeto que realizei durante estes quase cinco meses. (Veja também www.fotolog.net/juciano)

quinta-feira, dezembro 08, 2005

Feriado da Virgem Puríssima

Aqui temos feriado da Virgem Puríssima, que no Brasil comemoramos o dia da Imaculada Conceição, também feriado em muitos lugares do país. Enquanto Barcelona fica mais calma um pouco eu vou adiantando meu projeto de doutorado sanduíche. Depois de uma boa conversa com minha orientadora e uma interlocução com meu orientador no Brasil, além de ricos dados cedidos a mim pelo grande Bruno Fuser, que aqui faz um pos-doc, defini meu campo de pesquisa como os telecentros do distrito de Ciutat Vella, em Barcelona. Foram os primeiros telecentros. É o distrito que conta com o maior número desses espaços em toda Catalunha, cinco deles. Ali, temos hoje a maior presença de imigrantes, de populações jovens e situações de precariedade, em contraponto com o centro do poder da Catalunha e a maior concentração da arte e da cultura, marginal e dita culta.
Também consegui agendar mais uma entrevista para o projeto de pesquisa do grupo maior, liderado aqui pelo Migracom, na UAB. Assim, vou tocando em frente a pesquisa e feliz da vida, pois consegui articular uma viagem para Roma, onde vou ter uma interlocução com o prof. Dr. Robert White, um dos grandes nomes da pesquisa em Comunicação mundial. Estarei em Roma de 20 a 23, volto no dia 24, pois é difícil e caro ter passagens para voltar a partir de 25 de dezembro. E em 4 de janeiro vou a Paris. A partir de contatos do meu colega Dr. Alexandre Rocha, que faz um pos-doc por aquelas bandas, quero fazer alguns contatos na Universidade de Paris VIII. E Deus preparou algo muito legal para mim, aqui. Num dia de música brasileira, no bar Eletric, onde canta um amigo, o Darli, noivo da companheira de grupo de pesquisa, Sara, conheci Manuzinha, pernambucana, 28 anos, doutoranda em Ciências da Comunicação na UAB. Tudo começou dançando um forró tocado pelo Darli. E agora estamos namorando. Ela volta para o Brasil em junho do próximo ano. Já estamos ensaiando alguns artigos juntos para os congressos do ano que vem no Brasil e no exterior. Um beijo no coração! (plagiando o meu querido Samuca)

3 Comments:

Anonymous Soninha said...

Q bom q estah com o coração ocupado. Isto vai te fazer muito bem e feliz. Pernambucana, vizinha a Jampa o q tu quer mais.... Oh forró gostoso!Beijos

11:32 PM  
Anonymous jotabe said...

olá

mochileiro das galáxias.

quer dizer então que já temos um romance?

Dá pra pensar num livro, não é mesmo?

Bem, você pode deixar de namorar um pouco e postar alguma coisa da sua pesquisa, as descobertas até agora, pra gente ter uma idéia da "coisa".

No mais, boa sorte nos teus "camiñares" pelas esquinas catalãs.

A gente está de olho...

[jb]

3:46 AM  
Anonymous Soninha said...

Oi JU, Maires tah aki comigo. Se cuida e Bom Natal. Arruma um tempinho pra atualizar a sua namo vai deixar. Bjs

1:30 AM  

Postar um comentário

<< Home